Sistema de Soluções para Gestão de Clínicas Médicas
por Especialidades e Sub Especialidades.


Categoria: Geriatria
Em 15/12/2015 Medsystem Publicou:
Software, Sistema para geriatras
Desidratação em idosos poderá ser detectada com exame de sangue
 
 
Desidratação é um problema comum entre os mais velhos e pode, no futuro, ser diagnosticada com mais facilidade usando um simples exame de sangue. Isso requer colocar os resultados dos exames de rotina em uma equação matemática. 
 
Pesquisadores da Universidade de East Anglia (Norwich) procuraram uma alternativa para o dispendioso e demorado teste de osmolaridade, atualmente o melhor método para determinar desidratação. Quando uma pessoa não bebeu o suficiente, o sangue começa a ficar mais concentrado e os níveis de sódio, potássio, ureia e glicose aumentam.
 
Há uma série de equações matemáticas que conectam essas quatro variáveis. Mas não ficou claro qual é a mais útil para os idosos. Os pesquisadores testaram a exatidão de 39 equações diferentes em 595 pessoas com mais de 65 anos de idade. Os participantes foram pessoas saudáveis que viviam de modo independente, pessoas debilitadas vivendo em instituições de idosos, pessoas em cuidados hospitalares e pessoas com mau funcionamento renal e também diabetes.
 
A equação de osmolaridade de Khajuria e Krahn demonstrou a maior exatidão para todos os participantes, independentemente de sexo e estado de saúde. “Propomos que laboratórios clínicos usem essa equação para comunicar o estado de hidratação dos idosos ao informarem resultados de testes sanguíneos que incluem sódio, potássio, ureia e glicose. Esperamos que nossos achados levem a uma triagem pragmática dos idosos que permita a identificação precoce da desidratação. Isso ajudará médicos, enfermeiros e cuidadores a incentivar os idosos a aumentar a ingestão de líquidos”, disse o autor do estudo Lee Hooper.
 
 
Fonte: www.bmjopen.bmj.com acessado em 15/12/2015

Voltar

   Empresas       Contato       Comercial       Catálago