Sistema de Soluções para Gestão de Clínicas Médicas
por Especialidades e Sub Especialidades.


Categoria: Pediatría
Em 06/11/2015 Medsystem Publicou:
Software ou Sistema para pediatras
Falta de atividade física e sobrepeso afetam as habilidades cognitivas das crianças 
 
 
 
A capacidade de uma criança adquirir e usar conhecimento é, em parte, determinada não somente pela atividade física, mas também pelo peso, é o que diz um novo estudo publicado na revista "Pediatric Exercise Science". O estudo, realizado por pesquisadores da Universidade da Geórgia, em Athens, incluiu 45 crianças com peso normal de 7 a 11 anos de idade divididas em 24 crianças ativas e 21 inativas, e também 45 crianças inativas acima do peso com dados demográficos muito semelhantes (estreita correspondência de sexo, raça e condição socio-econômica). 
 
Usando o bem verificado sistema de avaliação cognitiva (Cognitive Assessment System), a equipe comparou "pares" correspondentes em cada grupo entre si. Os resultados mostraram que o grupo ativo teve pontuação mais alta quanto a planejamento, coisas como compreender e desenvolver uma estratégia e usar conhecimento, e também na capacidade de prestar atenção ao ser comparado com o grupo inativo e com sobrepeso. O peso, como fator independente entre crianças inativas, ficou destacado pelo fato de que crianças inativas de peso normal tiveram pontuação mais alta em relação às crianças inativas e com sobrepeso quanto à capacidade de prestar atenção. 
 
Por outro lado, ao comparar crianças ativas e inativas de peso normal verificou-se que a atividade, isoladamente, forneceu claramente um padrão, com crianças ativas tendo pontuação mais alta na maioria das áreas de função cognitiva, incluindo a capacidade de planejar e prestar atenção. "O que descobrimos é que tanto peso, como atividade física são importantes," disse a autora do estudo Catherine Davis. A boa notícia é que as crianças, com ajuda de seus familiares e da escola, têm tempo de fazer mudanças saudáveis no estilo de vida que modificarão sua trajetória de peso, acrescentou ela. As próximas etapas para a equipe são estudos que também incluam jovens ativos e com sobrepeso para saber se crianças mais pesadas conseguem obter o mesmo benefício da atividade física que os seus colegas de peso normal.
 
 
Fonte: http://journals.humankinetics.com/

Voltar

   Empresas       Contato       Comercial       Catálago